segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Verificando a consistência dos instaladores Oracle

Certamente você já fez o download de algum instalador Oracle e ao descompactar e/ou mesmo durante o processo de instalação obteve erros em função do arquivo estar corrompido. Legal mesmo é quando nossas atividades possuem horas determinadas para início e fim pois impactam diretamente no trabalho da organização e descobrimos que o arquivo esta corrompido bem quando vamos utiliza-lo. Complicado não é?

Apesar de não termos culpa se ocorreu alguma queda na Internet ou problemas na copia do arquivo, ainda assim podemos nos sentir culpados pois poderíamos ter evitado este fator de forma muito simples e rápida.

Através da OTN (oracle.com) podemos encontrar um valor cksum para cada arquivo baixado. Quando verificado o numero de retorno deve ser igual ao especificado ao lado do arquivo na OTN, caso contrário o download deve ser refeito.




Via MOS (My Oracle Support) a Oracle disponibiliza o SHA-1 e MD5, ambos utilizados para garantir a consistência de cada arquivo sendo aplicado o mesmo critério acima. Se o retorno for igual ao do MOS o arquivo esta integro caso contrario o download deve ser refeito.

Para que o SHA-1 e MD5 seja apresentado junto aos links de download deve-se clicar em “View Digest Details” conforme demonstrado abaixo:



Verificando a integridade via MD5:


Verificando a integridade via SHA-1:




No Doc Id 549617.1 a Oracle também disponibiliza um vídeo demonstrando a utilização:


Acesse o vídeo, clicando aqui.


Mais informações sobre a verificação de integridade dos arquivos em outras plataformas pode ser acessado através da nota:


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Translate

# ACE Program

#Oracle

#Oracle
Disclaimer: The views expressed on this blog are my own and do not necessarily reflect the views of Oracle.

#Blog reconhecido

#ARTICULISTA

Marcadores

Postagens populares